O ambiente de paradas de manutenção é extremamente sujeito a variabilidade (Lei de Murphy), com escopo adicional, custos adicionais de serviços, novos equipamentos, atrasos de projetos, etc. A gestão de pessoas neste ambiente é desafiadora e de alto estresse. Sua dimensão e constante interferência e multitarefa traz risco a segurança das equipes.

Quais os principais desafios, em conjunto com os nossos clientes, nós superamos?

Descumprimento do escopo e qualidade por “falta de tempo”

Atrasos de forma sistemática na execução

Falta de prioridade entre tantos provedores de serviço

Foco individualizado em silos das empresas

Reuniões de culpados ao invés de reunião de soluções

Dispersão da atenção gerencial dentre tantas demandas

Gestão “apaga incêndio todo dia”

Alguns dos benefícios capturados pelos nossos clientes

Cumprimento do Orçamento

Retomada com qualidade da operação

Entrega no prazo

Escopo mais assertivo

Um framework guia e processo melhorado com prioridades, comunicação, sincronização e alinhamento de todos os stakeholders

Aceleração potencial de 30%

Redução nos custos oriundos de atraso

Aumento de ganho da empresa

Alguns dos paradigmas do ambiente de manutenção que desafiamos

A melhor maneira de nos protegermos da variabilidade, é de colocar segurança em todas as tarefas

Toda melhoria, mesmo local, é boa

Para entregar uma parada no prazo, todas as tarefas devem ser entregues no prazo, ou seja, prazos e duração podem ser pré-determinados com assertividade, e a execução deve seguir o plano

Quanto mais cedo começamos um projeto ou tarefa, mais cedo ela termina

Solução customizada

Construímos, pavimentamos e implementamos lado a lado com os nossos clientes as ações necessárias para reduzir o lead time da parada, respeitando as questões de segurança e orçamento, além de aumentarmos a harmonia e sinergia entre equipes e empresas

Todas as ações tem como objetivo impacto global nas paradas e gestão de manutenção, pois impactos locais nem sempre se traduzem em retorno global para empresa. Focamos em ações que atuam na restrição dos eventos e da gestão.

Todos os nossos projetos são sob medida, desde o momento da concepção da proposta técnica e especialmente na fase de execução

Encontramos, em conjunto com os nossos clientes, capacidade de execução que está sendo desperdiçada, e que nos permite fazer mais com os mesmos recursos.

Elevamos, significativamente, a competência da equipe dos nossos clientes em gestão de projetos

Alguns dos segmentos que a Teoria das Restrições contribui de forma significativa e decisiva

Mineração

Papel e celulose

Fertilizantes

Óleo e gás

Aeroespacial

Siderurgia

Quer saber mais ou falar com nossa equipe?

(XX) xxxx-xxxx
Nome da empresa
Seu cargo atual

Mais conteúdo

Nossos experts

Dr. Javier Arevalo

Partner Global Goldratt Consulting, Director LATAM

Experiência em Teoria das Restrições desde 1995, experto em Estratégia, Cadeia de Suprimentos, Gestão do Projetos e Operações. Desenvolvimento em aplicações de TOC com projetos de construção e paradas de manutenção de grandes indústrias. Projetos Estratégicos de Melhoria Contínua e PMO.

Mathias Fischer

Consultor associado Goldratt Consulting, Head Goldratt School

Experiência com Teoria das Restrições desde 2007 com ênfase em gestão de projetos e produção no Brasil e no exterior. Liderança em projetos de Construção, TI e Paradas de Manutenção de grandes indústrias.

Fabiano Almeida

Engagement Director Goldratt Consulting

19 anos de experiência com implementações da Teoria das Restrições no Brasil e no exterior. Participou do processo de venda e implementação de projetos de Paradas de Manutenção em grandes companhias.

Oscar França

Consultor associado Goldratt Consulting

Possui 35 anos de experiência em gestão industrial e de projetos. Trabalha com implementações da Teoria das Restrições desde 2007 nas áreas de Produção, Cadeia de Suprimentos e Gerenciamento de Projetos e Paradas de Manutenção no Brasil e outros países da América do Sul.

Vicente Páscoa Jr.

Engenheiro Mecânico

Com vasta experiência ligado a produção Industrial, Logística e Manutenção, Gestão de Projetos e Paradas de Manutenção em indústrias de grande porte. Experiência utilizando a Teoria das Restrições desde 2014.